Tenha mais energia no dia a dia e pós treino

Ter energia para treinar é fundamental para alcançar bons resultados e evitar, também, riscos de lesões. No entanto, não é sempre que estamos dispostos e com pique para ir à academia e isso, geralmente, acontece por consequência de uma alimentação incorreta e por uma rotina diária de estresse.

Se você não ingere a quantidade necessária de nutrientes diariamente, principalmente quem matem uma rotina intensa de malhação, seu corpo ficará incapacitado de realizar tantos exercícios e ficará exposto a infecções, deficiências nutricionais e aumentará o risco de lesões musculares durante os treinos, além de falar energia. Então, mais importante até do que ter pique para puxar peso e suar a camisa, a alimentação saudável é fundamental para a saúde e o bem estar do nosso corpo.

Praticar atividade física sem uma alimentação adequada deixa de ser algo saudável e passa a ser algo perigoso para o indivíduo. Portanto, veja a seguir dicas de alimentação que te darão muito mais energia para treinar e te ajudarão a ter uma vida mais saudável.

1. Alimentação Diária

A quantidade de comida e nutrientes ideal para cada pessoa varia de acordo com o objetivo, a rotina de treinos e a massa corporal de cada um. Por isso, o mais importante, é manter uma dieta que se encaixe nos seus objetivos e nunca copiar a dieta do vizinho ou colega de academia. Quanto mais adequada for a sua dieta, mais os resultados irão aparecer, seja para quem deseja perder peso, ganhar massa, ou apenas definição muscular.

De modo geral, a alimentação deve ser fracionada ao longo do dia, ou seja, aquela história que todo mundo já ouviu falar sobre comer de 3 em 3 horas é verdade. Não se deve passar longas horas do dia sem comer, pois isso pode fazer com que você sinta muita fome e coma mais que o necessário depois. Aliás, é exatamente assim que a maioria das pessoas engordam de forma não saudável. A grande questão sempre é: o que comer? Essa resposta, no entanto, varia de pessoa para pessoa, como já dissemos acima.

A alimentação diária terá impacto direto na sua disposição para treinar, por isso, é importante cuidar da alimentação sempre e não apenas no pré e pós treino.

2. Alimentação pré-treino

Comer antes de treinar é fundamental para garantir energia para o treino, mas não apenas isso. Quem pratica musculação e não se alimenta antes de ir para academia corre o risco de ter crise de hipoglicemia – falta de açúcar no sangue e, até, desmaiar. Além disso, quando não há nutrientes necessários para o corpo gerar energia, nosso organismo começa a queimar músculo fazendo com que ocorra perda de massa.

Para quem treina de manhã, antes de ir trabalhar, por exemplo, deve tomar um café mais leve, entre 30 e 90 minutos antes da malhação. Após as refeições mais pesadas (como café da manhã, almoço e jantar) deve-se esperar de 3 a 4 horas de digestão para poder realizar os exercícios. A alimentação pré-treino deve ser sempre mais leve, isso porque, para o processo de digestão, uma grande quantidade de sangue é enviada para o estômago, mas durante o treino outros músculos precisarão de irrigação sanguínea, causando um desequilíbrio e desconforto.

Exemplos de lanches pré-treino: pão ou torrada integral com requeijão light ou queijo branco; Iogurte integral ou desnatado com aveia ou cereais integrais. De forma geral, os alimentos integrais são excelentes para dar energia, já que são absorvidos de forma mais lenta pelo organismo. Outros alimentos que garantem energia para a malhação são as batatas doces e o brócolis.

É importante lembrar, no entanto, que cada horário e intensidade de treino exige uma quantidade diferente de alimento.

3. Hidratação

Beber água a fundamental para ter energia e também prevenir caibras durante os treinos. Por isso, beba bastante água, de forma fracionada, durante todo o dia e também durante os treinos. A quantidade ideal de água por dia varia de acordo com as condições individuais de cada pessoa, também com a intensidade do treino e as condições climáticas. Dias mais quentes, por exemplo, exige uma maior ingestão de líquidos.

No entanto, tome cuidado, pois o excesso de ingestão de água pode causar hiponatremia, que é tão prejudicial à saúde quanto a desidratação. Para saber a quantidade mínima que você deve ingerir de água por dia, faça uma conta simples, multiplicando seu peso por 35 ml. Ou seja, se você pesa 70 kg, multiplique 70 por 35, que será igual a 2,450. Isso significa que você deve ingerir aproximadamente dois litros e meio de água por dia. Ainda assim, para quem pratica atividade física, a quantidade deve ser maior do que o resultado do cálculo, lembre-se que esse é o mínimo.

4. Suplementação pré-treino

A suplementação também pode ser uma boa aliada de quem deseja mais energia para treinar, mas tome cuidado com exageros. Os suplementos de energia devem ser indicados por um nutricionista e ingeridos na dosagem correta. Alguns deles podem gerar liberação de cortisol, causando perda de massa magra, além de afetar os batimentos cardíacos e a pressão sanguínea.

Isso não quer dizer que você não pode usar, mas que deve procurar orientação médica antes de optar pelos suplementos de pré-treino.

Conheça nossa linha de suplementação

Almofadas Aromáticas

ALMOFADA AROMATICA

R$ 32,00 Em até 6x de R$ 5,33
R$ 30,40 no boleto e depósito

Bloqueador de Gordura

COMPOSTO EMAGRECEDOR 60CPS

R$ 73,00 Em até 6x de R$ 12,17
R$ 69,35 no boleto e depósito
R$ 20,99 Em até 6x de R$ 3,50
R$ 19,94 no boleto e depósito
R$ 24,90 Em até 6x de R$ 4,15
R$ 23,66 no boleto e depósito
R$ 14,90 Em até 6x de R$ 2,48
R$ 14,16 no boleto e depósito
R$ 59,90 Em até 6x de R$ 9,98
R$ 56,91 no boleto e depósito
R$ 19,90 Em até 6x de R$ 3,32
R$ 18,91 no boleto e depósito
R$ 35,90 Em até 6x de R$ 5,98
R$ 34,11 no boleto e depósito

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *