Dor nas articulações

dor-nas-articulacoes

O outono é a estação de transição entre o verão e o friozinho do inverno.  As incidências de raios solares são menores, por isso, as temperaturas começam a ficar mais amenas. Porém, com o friozinho as pessoas começam a reclamar das dores nas articulações, pois estas ficam mais rígidas em dias menos calorosos.

O que é dor na articulação? A dor nas articulações é uma sensação de desconforto, dor ou incômodo em uma ou mais articulações do corpo. Que pode ocorrer com ou sem movimento muscular e pode ser grave o suficiente para limitar o movimento. As pessoas também costumam descrever a dor nas articulações como desconforto, inflamação, sensação de queimação ou rigidez.

Existem diversas causas para a dor, por isso, é necessário buscar ajuda a um profissional médico. Assim é feito um melhor diagnóstico e dessa forma um melhor tratamento. Existem inúmeros medicamentos para o tratamento das dores, como analgésicos, anti-inflamatórios, fitoterápicos, colágeno UCII, que recuperam a cartilagem. Porém, nunca se automedique. Procure sempre orientações do médico ou farmacêutico de sua confiança. Mas antes que a dor apareça tem diversos cuidados para evitá-la, como fazer o controle regular do peso, pois o aumento de peso pode sobrecarregar as articulações do corpo, gerando a dor. Dessa forma, controlar alimentação e fazer exercícios físicos regularmente pode mantar as articulações saudáveis. Também o ideal é evitar ficar muito tempo na mesma posição, como ficar horas sentado, ou de pé, o ideal é sempre se movimentar para manter as articulações lubrificadas. Não fumar, pois o cigarro faz com que diminua a massa óssea, aumentando o risco de lesões.

E além disso, sempre que possível alongue-se, pois, o alongamento mantém o corpo flexível e articulações sofrem menos. Dessa forma o seu corpo estará mais preparado para os dias frios, você sentirá menos dores, terá mais mobilidade e flexibilidade, e sentirá confortável para a realização das tarefas diárias, promovendo assim a melhora da sua qualidade de vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *